• SONEGAÇÃO FISCAL: CPI É INSTALADA NA ALERJ

    Instalação da CPI da Sonegação Fiscal – Foto: Rafael Wallace

    O combate à sonegação fiscal será objeto de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instalada nesta terça-feira (13/03) na Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj). O grupo, que será presidido pelo deputado Paulo Ramos (PDT), escolheu como vice-presidente e relator os deputados Coronel Jairo (MDB) e Jânio Mendes (PDT), respectivamente.

    Segundo o deputado Paulo Ramos, atualmente, cerca de 30% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é sonegado. “O estado vem sendo apunhalado nas suas finanças públicas. Vamos verificar se, fechados os dutos por onde escorrem os impostos, o estado arrecada mais e pode cumprir com as suas obrigações”, explicou o parlamentar.

    Além do trabalho de investigação, Paulo Ramos disse que pretende construir uma base de dados. “Queremos, com isso, apresentar alternativas para o Governo para diminuir a sonegação fiscal no estado”, completou. A CPI também é composta pelos deputados Dr. Julianelli (PSB), Carlos Osório (PSDB) e Milton Rangel (DEM).

    O presidente da CPI da Sonegação Fiscal, deputado Paulo Ramos (PDT) – Foto: Rafael Wallace

    Convidados

    O próximo passo da comissão, segundo o presidente, será convidar os ex-secretários de Estado de Fazenda para prestar esclarecimentos. “Cada um acumulou uma experiência e pode nos revelar como se dá a sonegação e quais mecanismos são utilizados. Isso será de suma importância para o nosso trabalho”, afirmou.

    Em seguida, os deputados pretendem ouvir representantes de setores que detém maior parte da contribuição de ICMS. “Cerca de 12 setores são responsáveis pela arrecadação de 85% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias recolhido pelo estado. Ou seja, a sonegação pode estar de uma forma mais acentuada nesses setores, então vamos ouvir as entidades representativas deles”, antecipou Paulo Ramos.

    Fonte: Site da Alerj

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *