• CPI DA VARIG APROVA RELATÓRIO FINAL

    Foto geral da CPI da Varig – Foto: Julia Passos

    A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) que examinou a falência da Varig aprovou nesta quarta-feira (19/12) seu relatório final. A investigação apontou que cerca de 12 mil funcionários não receberam parte importante dos recursos a que têm direito em razão da rescisão do contrato de trabalho. O documento será enviado ao Ministério da Justiça, ao Ministério Público Estadual, além de outras instituições interessadas, para que as evidências levantadas sejam incorporadas aos processos judiciais que apuram os valores devidos pela empresa aos seus ex-colaboradores.

    O presidente da comissão, deputado Paulo Ramos (PDT), afirmou que a expectativa da comissão é que o relatório seja levado ao Plenário da Alerj nesta quinta-feira (20/12). “Vamos tentar aprovar o relatório na sessão plenária de amanhã. Os funcionários da Varig experimentam uma injustiça continuada, um sofrimento muito grande e já há recursos para pagar tudo que a eles é devido. Estamos mandando o relatório para todos os órgãos públicos que podem contribuir não só na solução, mas também na investigação do caso”, explicou o deputado.

    Funcionária da Varig por 26 anos, Angela Arend destacou que ela e os colegas aguardam há 13 anos o pagamento das rescisões trabalhistas. Segundo ela, a Varig deve aos ex-funcionários cinco meses de salários atrasados, FGTS, horas-extras, férias, aviso prévio, entre outros direitos. “Este relatório é muito importante para que a gente consiga em 2019 ter uma conclusão”, afirmou.

    Fonte: Site da Alerj

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *