Afonso Motta, Paulo Ramos e Eduardo Bismarck integram a comissão que analisa prisão após segunda instância

Os deputados pedetistas Afonso Motta (RS)Paulo Ramos (RJ) e Eduardo Bismarck, do Estado do Ceará, foram os indicados pelo líder do partido na Câmara, André Figueiredo (CE), para compor a comissão especial que vai analisar a proposta que permite a prisão após a condenação em segunda instância (PEC/19).

O colegiado vai ser instalado nesta quarta-feira (4), 11 horas, no plenário 8. Na reunião deverá ser eleito o presidente, que designará o relator, e os vice-presidentes da comissão. A PEC é de autoria do deputado Alex Manente.

A admissibilidade da proposta foi aprovada Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) no último dia 20 de novembro.

Ascom Lid./PDT

Fonte: Site do PDTNACAMARA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *